desempenho de sistemas de TI

4 tendências para otimizar o desempenho de sistemas de TI

4-tendencias-para-otimizar-o-desempenho-de-sistemas-de-ti.jpeg

A tecnologia da informação é responsável pelo bom andamento de praticamente todos os setores de uma empresa. Ao otimizar o desempenho de sistemas de TI, o gestor possibilitará à sua organização uma boa vantagem competitiva, aumentando significativamente o desempenho, a produtividade, a resposta ao mercado e reduzindo custos.

Sistemas obsoletos podem travar toda uma cadeia produtiva, e expor os dados a um risco desnecessário.

Neste post você conhecerá 4 tendências para otimizar o desempenho de sistemas de TI de sua empresa. Confira!

1. Internet das coisas

A internet das coisas — Internet of Things (IoT), em inglês — é uma designação utilizada para referirmos aos objetos conectados à rede e entre si. O que parecia coisa de filmes futuristas, já está presente nas casas, ruas e empresas mundo afora.

Os objetos captam informações por meio de sensores, câmeras, e outras formas tradicionais de introdução de dados, e utilizam a internet para enviá-los para o computador, que fará o processamento.

A tecnologia é aplicada nos mais variados tipos de dispositivos: carros, drones, aparelhos eletrônicos etc. A tendência é que, em um futuro próximo, todos os objetos que nos cercam estejam conectados, tanto os domésticos quanto os que formam os sistemas das empresas.

A explosão de dados produzidos, aliados à inteligência artificial, será a alavanca para uma evolução na forma como nos relacionamos com os objetos. Eles deixarão de ser meros acessórios e se tornarão extensões de nosso dia a dia.

Os marcapassos conectados são o grande exemplo disso. Atualmente, além de sua função tradicional, eles utilizam a conexão web para passar informações em tempo real dos pacientes portadores aos médicos.

1.1. IoT aliada aos sistemas de gestão

A integração dos sistemas de gestão (ERP) à internet das coisas permitirá que os gestores de produção sejam informados, em tempo real, quando algum componente apresentar mau funcionamento — agilizando o reparo, diminuindo perdas de produção e aumentando o faturamento.

Os sistemas de gestão permitirão cada vez mais um volume de dados abundante para as empresas, e isso faz com que elas se tornem mais dependentes do TI.

Com o sistema ERP aliado ao Big Data, traçando estratégias de análise e armazenamento, as empresas poderão fazer previsões de mercado muito mais precisas. Esses dados serão adquiridos não somente pelos computadores, mas também pelos vários objetos que fazem parte da produção industrial.

2. Machine learning

Machine learning — ou aprendizado de máquina — é um conceito que se refere aos processos de autonomia da inteligência artificial. Em geral, são algoritmos criados para tomar decisões sem a interferência humana. Eles aprendem com erros e acertos por meio de cruzamentos de dados.

Essa tecnologia abre um leque de possibilidades que podem otimizar o desempenho de sistemas de TI das empresas. Ela permite a automatização de tarefas que antes necessitavam da supervisão humana para serem realizadas.

Além disso, o machine learning também é capaz de analisar dados e realizar análises prévias, sendo capaz de entregar insights precisos sobre vários setores.

2.1. Economia de energia

Um dos principais benefícios que a tecnologia pode trazer para as empresas, é na redução dos gastos com energia elétrica. Segundo estatísticas, a eletricidade é responsável pelo segundo maior gasto das empresas, ficando atrás apenas dos gastos com folha de pagamento.

O machine learning consegue analisar os padrões de consumo de energia e gerenciar os sistemas para que o consumo seja reduzido, mas sem prejudicar a eficiência das operações.

2.2. Recomendação de produtos extras para clientes

A tecnologia machine learning propicia às empresas um aumento do ticket médio por meio de recomendações baseadas nos interesses do cliente, como acontece nas recomendações da Netflix, por exemplo. O sistema cruza os dados e faz uma análise para antecipar uma possível compra, ou acesso a algum serviço.

2.3. Análise de documentos complexos

A tecnologia pode ser utilizada na análise de documentos técnicos, sem as limitações da mente humana. Assim, o machine learning avalia os padrões, evitando erros ou imprecisões, e agilizando um trabalho que seria minucioso e burocrático.

3. Computação em Nuvem

Apesar de já ser uma realidade, a computação em nuvem — cloud computing, em inglês — continua se apresentando como forte tendência por sua expansão e aumento de implementações. A tecnologia, que era apenas uma provedora de serviços, se tornou uma plataforma de suporte.

A fim de otimizar o desempenho de sistemas de TI, os gestores estão implementando o cloud computing para melhorar processos e diminuir custos operacionais. Os setores que serão mais impactados pela expansão dessa tecnologia serão indústrias de varejo, logística, financeiro e indústria.

3.1. Crescimento da tecnologia

Com o crescimento da produção de dados pelos sistemas de gestão empresarial, serão necessárias novas tecnologias de armazenamentos. Os servidores físicos internos geram um custo alto às empresas.

Esse armazenamento de dados precisa estar de acordo com as novas necessidades de mercado. Os colaboradores e clientes estão conectados 24 horas por dia e necessitam de uma solução que permita um acesso em qualquer local.

Por meio do cloud computing, colaboradores e gestores acessarão as informações em tempo real, por meio de seus smartphones, tablets. Assim, será possível aumentar a produtividade e dinamizar atuação profissional de uma empresa.

Essa necessidade de mobilidade é o grande impulsionador do crescimento da tecnologia cloud computing. Além disso, a tecnologia facilita às empresas a contratação de funcionários no sistema home office, eliminando custos e aumentando a produtividade.

4. Realidade aumentada

A Realidade Aumentada é uma tecnologia que vêm sendo usada de forma inteligente pelas empresas. É uma excelente solução para se conectar com os clientes de forma mais imersiva.

Internamente, a tecnologia acelera processos dentro da empresa, otimizando tempo e auxiliando no corte de despesas com logística e manutenção, como veremos a seguir.

4.1. Fluxo de trabalho com as mãos livres

Um grande benefício da Realidade Aumentada está na possibilidade de os colaboradores executarem atividades manuais visualizando as informações sobre o trabalho que estão realizando sobrepostas no local de execução.

Essa tecnologia oferece um ganho enorme de tempo, pois o profissional não precisa parar sua atividade ou sair de onde está para buscar informações ou instruções — não haverá a necessidade de deslocamento para consultar um manual ou outro material de apoio.

Os mercados com maior potencial de aplicações de Realidade Aumentada são: serviços de saúde, varejo, turismo, educação, transportes e os setores industrial e automotivo.

Essas são algumas tendências que ajudarão a otimizar o desempenho de sistemas de TI de sua empresa. As organizações que tiverem profissionais qualificados para acompanhar e operar essas tecnologias certamente se tornarão mais competitivas.

Gostou do post? Então compartilhe já em suas redes sociais e divida esse conhecimento com seus colaboradores, amigos e familiares!

Comentários

comentários

Juliano da Monitora
Produtor de Conteúdo na Monitora