cultura inovadora

Cultura inovadora: como implantar a cultura startup na sua empresa?

Além da inovação em ideias, as jovens empresas de tecnologia têm chamado bastante atenção com a sua cultura inovadora de trabalho.

Sabemos que as startups têm crescido nos últimos anos. De acordo com os dados da Lavca (associação latino-americana de fundos de capital de risco), as jovens empresas brasileiras arrecadaram— apenas em 2017— mais de R$2,86 bilhões em investimentos.

Para garantir um espaço diante da concorrência já consolidada, um dos fatores que mais chamou a atenção até mesmo das empresas tradicionais é o ambiente de trabalho diferenciado.

Apesar de parecer um espaço propenso a distrações, empresas internacionais, como Google e Facebook, ou mesmo empresas brasileiras, como o Nubank, têm mostrado que a ideia pode sim melhorar a produtividade dos colaboradores.

Está interessado em conhecer o modelo de trabalho utilizado pelas startups, que tem servido de inspiração até mesmo para as empresas tradicionais do mercado? Continue lendo o nosso artigo!

Entenda o que é a cultura inovadora startup

Com a popularização do termo startup e sua forma criativa de utilizar o ambiente de trabalho, não demorou para que outras companhias menores adotassem um estilo próprio para os seus respectivos negócios.

Muito além de apenas salões coloridos e diferenciados, para adotar a cultura em uma empresa, o empreendedor deve se atentar aos seguintes pontos:

Espírito da empresa

As grandes companhias passaram a utilizar os termos como visão e missão em seus negócios para mostrar o quanto ela está focada em se tornar referência no mercado. O problema é que as companhias tradicionais, ao utilizar os termos, não têm o costume de alinhar os seus objetivos com os seus funcionários.

Por outro lado, os empreendedores das startups mostram não apenas a sua visão e missão, mas transformam o projeto em um estilo de vida. O comprometimento é refletido para todo o ambiente corporativo, valorizando os colaboradores, que passarão de simples funcionários para membros de uma equipe.

Como o processo é feito na prática? Acompanhe:

  • ficar atento ao que fala e faz: o empreendedor deve ser o exemplo. Para isso, o que ele diz deve ser demonstrado. Se você deseja que a empresa seja exemplo em atendimento ao cliente, não adiantará desprezá-lo em seu dia a dia. Lembre-se: os funcionários são reflexo do que você diz e faz;
  • dê importância a seus colaboradores: para isso, o empresário deve transmitir a sua mensagem para todos da mesma maneira, sem priorizar um colaborador e esquecer do outro.

Aparência física

O ambiente descontraído pode ser associado à improdutividade. Porém, as startups pensam o contrário e há uma razão para isso. Como dissemos, a startup é um estilo de vida para o empreendedor e acaba refletindo no ambiente de trabalho, literalmente. Uma das melhores formas do empresário demonstrar a sua paixão por fazer algo maior é pela mudança no ambiente corporativo.

Substituindo salas fechadas, ambientes cinzas e até mesmo locais escuros, o ambiente se torna aberto, com variedades de cores e móveis. Tudo para que o colaborador se sinta acolhido dentro da empresa, como uma verdadeira comunidade.

Saiba como é possível implantar a cultura startup em uma grande empresa

Como vimos, para que uma empresa passe a utilizar a cultura startup, ela precisa contar desde a mentalidade do empreendedor até o ambiente físico em que atua. Mas será que apenas isso é o suficiente?

A resposta é: não! Para manter o ambiente agradável, jovem e em busca pela inovação contínua, é preciso observar os seguintes detalhes:

Celebre o intraempreendedorismo

De forma resumida, o intraempreendedorismo é a atitude empreendedora dentro de uma equipe da empresa.

A busca pela melhoria contínua, em inovar dentro do próprio setor em que atua, lidando com a pressão de assumir riscos, permite uma competição saudável, tendo como foco trazer resultados e descobrir novos talentos dentro da própria empresa.

Ao completar os desafios, os funcionários se sentirão mais valorizados. E mesmo que o ambiente seja propício a distrações, eles focarão em conseguir ainda mais resultados.

Escolha líderes cuidadosamente

As startups têm justamente o desafio de inovar e expandir rapidamente. Para manter a organização, é natural que a empresa precise contar com líderes que atuem em diferentes áreas.

Esses profissionais, quando não estão habituados com a cultura, podem contrariar a equipe que já atua na empresa.

Para evitar isso, o empreendedor deve buscar líderes que entendam os hábitos de uma empresa jovem. O segredo é encontrar pessoas que mantenham os valores iniciais da empresa, desde happy hours até diversões em horários estratégicos, como uma pausa durante a tarde.

Conheça os benefícios

Quais os benefícios gerados por uma grande mudança de cultura? Além de se manter jovem e crescente nos negócios, a empresa passará a contar com colaboradores apaixonados pelo que fazem e bastante engajados.

Para detalhar a ideia, elaboramos os seguintes tópicos:

Aumenta a produtividade

Apesar de ser contra intuitivo, as empresas que já adotaram as mudanças viram justamente o contrário. Afinal, a cultura não é “apenas a bagunça” das salas diferentes.

Como dissemos anteriormente, ao confiar aos colaboradores a liderança de projetos, eles se sentem mais valorizados, engajados e comprometidos para entregar resultados. Com o foco de bater as metas, a produtividade dos funcionários tende a aumentar.

Apesar do ambiente focar no lado humano, não significa que os empregados possam deixar o profissionalismo de lado. Os funcionários que entendem a visão da cultura passam a ver as atividades como algo prazeroso e não apenas como algo obrigatório durante a semana.

Aqueles que não entendem só aproveitam da comodidade e não produzem. Como em qualquer empresa, são rapidamente desligados da companhia.

O ambiente também colabora para aumentar a produtividade. Com o foco em aumentar a interação entre os funcionários, a troca de ideias permite que a produção seja aumentada.

Melhora o ambiente de trabalho

Neste artigo, mostramos o quanto o ambiente de trabalho descontraído diminui o ambiente tenso/maçante gerado por um escritório comum de uma corporação. Afinal, por qual motivo piorar a situação de um adulto que passará boa parte de sua vida em um escritório, fechado e desinteressado?

Pensando nisso, a Google passou a usar espaços abertos, variados, de lazer e principalmente coloridos para amenizar o clima pesado de trabalho.

Além disso, normalmente, alguns dos ambientes de startups são pensados justamente para aumentar a interação entre os funcionários. A troca de ideias e experiências pode resolver um problema ou até mesmo gerar novas ideias para o negócio.

Satisfaz o colaborador

A pessoa se sente desafiada a cumprir todas as metas quando é valorizada, responsável por algum projeto ou convidada a opinar em alguma atividade, dentro de um espaço diversificado,

Ao ficar responsável pelas tarefas e contar com o apoio de seus colegas, o funcionário ficará grato não apenas por ser acolhido, mas também por se desenvolver profissionalmente.

Como vimos neste artigo, a cultura startup pode parecer, à primeira vista, algo improdutivo. Porém, ao explorarmos as práticas por trás dela, ou até mesmo os motivos que levam uma empresa a trabalhar assim, ao invés de encararmos o trabalho como um mal necessário, passamos a ver como um lugar que pode engajar, divertir, proporcionar conhecimentos e principalmente propício para uma evolução profissional.

E você, já conhecia a cultura inovadora? Quer ler mais artigos como este? Então assine a nossa newsletter!

Comentários

comentários

Juliano da Monitora
Produtor de Conteúdo na Monitora