parceira de desenvolvimento

Saiba as diferenças entre uma parceira de desenvolvimento e uma fábrica de softwares

Aquele momento crucial de desenvolver um software traz algumas dúvidas consigo, e é bem nessa hora que a empresa precisa decidir se vai procurar uma parceira de desenvolvimento ou uma fábrica de softwares. Cada uma delas tem características próprias, e a escolha pode depender de diferentes fatores.

Em ambos os casos, o cliente não precisa se preocupar com infraestrutura, já que é o fornecedor que faz todo o processo. Além disso, o investimento é predefinido, assim como o prazo de entrega. Então, como escolher a melhor opção?

Neste post, explicamos mais sobre as especificidades que elas apresentam. Se você precisa tomar essa decisão, continue com a gente e aproveite a leitura!

A parceria de desenvolvimento de softwares

Há empresas de desenvolvimento de softwares de todos os tipos, desde as exemplares até as que são abaixo da média. Uma das mais importantes particularidades desse tipo de companhia é a capacidade de criar produtos realmente inovadores e que possam ajudar o cliente a atingir seus objetivos.

Para que isso seja possível, é preciso que ela tenha, por exemplo, uma metodologia de desenvolvimento bem definida que garanta que a solução seja efetiva e entregue no prazo combinado. É essencial, portanto, que a entidade seja capaz de:

  • gerenciar o escopo de forma ativa para evitar trabalho e gastos inesperados;
  • ajudar o cliente a definir os requerimentos do produto e adicionar inovação a ele;
  • compartilhar conhecimento com a equipe do cliente;
  • solicitar informações sobre a empresa constantemente e usá-la para aumentar o valor do produto;
  • informar se e quando forem cometidos erros — independentemente de quem seja a culpa.

Em outras palavras, a parceria de desenvolvimento de softwares deve ser capaz de entregar ao cliente um produto personalizado e adequado às suas necessidades. Trata-se de uma tarefa complexa que requer dedicação e estrutura apropriada para executá-la.

A fábrica de softwares

Na fábrica de softwares, a ideia é aplicar conceitos da indústria para produzir em larga escala, aumentar a produtividade e diminuir prazos e custos — afinal, existe uma pressão para fornecer mais em menos tempo. Em geral, ela desenvolve softwares com técnicas que diminuem a presença do fator humano.

Existe a preocupação de não oferecer um produto massificado: a ideia é garantir o máximo de personalização no menor tempo possível. Para isso, essas fábricas usam alguns parâmetros básicos e levam em consideração outros fatores, como o índice de qualidade exigido.

Para garantir o sucesso desse processo, elas usam indicadores de qualidade e de produtividade em cada etapa do ciclo de desenvolvimento. Isso é essencial porque o mercado consumidor de tecnologia da informação (TI) está cada vez mais exigente.

O processo de desenvolvimento

Embora cada organização tenha uma necessidade peculiar, vários processos operacionais são semelhantes. Dessa forma, há pequenas diferenças no modo como uma parceria de desenvolvimento e uma fábrica de software operam. Veja a seguir como tudo isso acontece.

Parceira de desenvolvimento: acompanhamento mais próximo

Em uma parceria de desenvolvimento, é natural que o cliente acompanhe mais de perto o processo de desenvolvimento. Isso cria valor significativo para ele e lhe oferece benefícios agregados. O alto grau de personalização é um dos maiores diferenciais desse tipo de parceria.

Cada um dos itens constantes no software é criado especialmente para o cliente. Assim, linha por linha, os códigos têm a preocupação de manter o briefing como guia para a produção. É como uma roupa sob medida: as partes que a compõem são desenhadas para se adaptar perfeitamente ao corpo.

Fábrica de softwares: módulos combinados para atingir o objetivo

Na fábrica de softwares, é comum que haja diversos módulos independentes que podem ser montados de acordo com as necessidades do cliente. Isso faz com que ela consiga entregar os pedidos com rapidez e, em vez de fabricar apenas um tipo de software, possa produzir diferentes modelos, mas com os mesmos itens básicos.

Como alguns processos são padronizados, cada um desses componentes pode ser adaptado conforme a necessidade de cada cliente. Além disso, esses elementos, em geral, são testados diversas vezes (e em situações distintas), o que faz o produto final ter melhor qualidade e custo reduzido.

A produtividade

Enquanto a fábrica de softwares tem como foco a produtividade, a otimização e a automação de procedimentos, a parceria de software acaba usando um sistema mais artesanal. Para o cliente, a diferença está justamente nesse detalhe.

Em termos de produtividade, a fábrica de softwares é mais competitiva. Afinal, com mais softwares sendo desenvolvidos, ela atende a mais clientes — e sem precisar aumentar os custos com mão de obra.

Com módulos já prontos, a diminuição da interferência humana ajuda a reduzir erros. Assim, o desenvolvimento é facilitado e mais produtivo, mas sem perder a personalização do produto final.

As opções ideais

Decidir quem será o responsável por criar o seu produto é uma tarefa árdua. Afinal, é preciso considerar e ponderar diversos aspectos. Nesse processo, vale a pena avaliar alguns itens. Confira:

Valores

É importante que o fornecedor compartilhe os mesmos valores que o cliente. Além disso, ele deve ter o foco em desenvolver ferramentas orientadas para as soluções buscadas, ao mesmo tempo em que se preocupa em entender as peculiaridades do cliente.

Comunicação

A colaboração é uma característica essencial quando duas equipes distintas (de empresas diferentes, principalmente) trabalham juntas para criar um software. A comunicação deve ser clara o bastante para que não haja dúvidas durante o processo de desenvolvimento.

Aprendizado

O provedor da solução deve ser capaz de ajudar a equipe do cliente a melhorar. Afinal, observando a forma de trabalho dele, o contratante pode aprender melhores práticas e aperfeiçoar a forma como seus processos operacionais são conduzidos.

Observando essas características de perto, é mais provável que uma parceira de desenvolvimento seja mais adequada. Afinal, o processo mais padronizado de produção das fábricas de software acaba por torná-las menos flexíveis nesses aspectos. Com isso, as diferenças na cultura corporativa podem acabar sendo um impeditivo.

O passo de cada processo

Existem vários processos de desenvolvimento de software, entretanto há algumas tarefas fundamentais a grande parte dos processos existentes. Então, listamos alguns passos desses procedimentos, como:

  • pesquisas de requisitos;
  • diagnóstico de requisitos;
  • projeto;
  • implementação;
  • testes;
  • implantação.

Em alguns casos, quando da existência de um software anterior, também é realizada a migração de dados anteriores desse software.

A fábrica de software, basicamente, deve possuir essa estrutura para manter seu pleno funcionamento:

  • uma área de atendimento a clientes que negocia e específica as necessidades da área usuária;
  • um local de planejamento e controle da produção que faz a alocação dos recursos;
  • estabelecer os prazos de desenvolvimento e a definição dos objetos a serem utilizados ou desenvolvidos;
  • um espaço de produção que faça a montagem da aplicação;
  • uma área de qualidade e garantia que verifique se o produto final atende às especificações exigidas;
  • um local de suporte que mantenha e desenvolva as tecnologias para a fábrica de software.

As parcerias de desenvolvimento ideais

Uma das preocupações das empresas, ao necessitar de softwares customizados, é saber quando contratar uma parceria especializada na área de desenvolvimento de softwares. Por isso, listamos alguns momentos específicos para executar essa escolha. Vejamos quais são:

  • veja quem está desenvolvendo os melhores projetos em sua área de atuação;
  • peça referências e recomendações;
  • verifique o know-how das empresas;
  • saiba quem vai trabalhar no projeto;
  • dê atenção à elaboração dos contratos;
  • estabeleça uma ponte com a empresa de desenvolvimento de software.

A parceria com a empresa de desenvolvimento de software é vital para que se obtenham os melhores resultados possíveis. É necessário dar sugestões e informações ao desenvolvedor. Este precisa saber exatamente quais são as soluções propostas para o seu sistema.

A solução mais correta é procurar uma fábrica de software que poderá equilibrar custo, tempo, qualidade, inovação, atualização tecnológica, entre outros fatores, assegurando a entrega do produto ideal que atenda às demandas da instituição.

As vantagens de cada uma

A dúvida que passa na cabeça dos empreendedores é se é melhor montar um time de TI na empresa ou terceirizar o desenvolvimento de software.

A seguir listamos algumas vantagens de ter um bom desenvolvimento de software:

  • economia de tempo e dinheiro;
  • tecnologia e expertise;
  • segurança;
  • foco no Core Business;
  • mais agilidade.

Já as vantagens de uma fábrica de software são:

Qualidade

Optar por empresas com certificações na tecnologia requerida  legitima a qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Empresas preocupadas com seu cliente final investem constantemente na atualização contínua de seus profissionais.

Custo

Geralmente, as empresas que atuam como fábrica de softwares sugere um pacote para suporte. Por exemplo, o gestor paga um valor mensal e tem direito a 12 horas de suporte. Caso você não use, essa hora será cumulativa ou revertida em melhorias.

Customização

Quando a gestão opta por um software personalizado diferente dos softwares de prateleira, é possível inserir inovações futuras. Incrementar a ferramenta e adaptá-la com diferenciais em relação a outros existentes no mercado torna a sua empresa diferente da concorrência.

Em resumo, agora que ficou nítida a diferença entre uma parceira de desenvolvimento e uma fábrica de softwares, o gestor pode tomar a melhor decisão conforme seu estilo de trabalho. Entre ambas, existem muitas vantagens, porém basta o empreendedor implantar aquela que seja adequada à sua cultura empresarial.

Gostou do post? Aproveite para entrar agora mesmo em contato conosco para tirar todas as suas dúvidas!

Comentários

comentários

Juliano da Monitora
Produtor de Conteúdo na Monitora