redução de gastos

3 principais gastos de uma empresa e como reduzi-los de forma eficaz

A contenção de custos é um conceito em voga no mercado atual. Com as recentes crises financeiras mundiais, as grandes marcas têm buscado formas de diminuir os gastos de empresa sem precisar abdicar de estratégias de aperfeiçoamento dos serviços.

E para se manter competitivo, o seu negócio deve encarar esse novo cenário: diminuir os gastos de forma inteligente, sem comprometer a qualidade das atividades executadas. Sendo bem-sucedido nesse ponto, o seu empreendimento se torna ainda mais competitivo.

Para deixar o caixa financeiro do seu negócio mais saudável, neste artigo, apresentamos três exemplos de gastos de empresa e como lidar com eles de maneira eficiente. Continue lendo e saiba mais!

1. Contratação de pessoal

No Brasil, muitos empresários enxergam a demissão de funcionários uma maneira de reduzir custos ou otimizar processos. Uma ideia errada e que, cada vez mais, se mostra equivocada.

Primeiramente, ao desligar um colaborador, a empresa precisa arcar com as multas trabalhistas e toda a burocracia ligada à ação. Além disso, toda mudança exige um tempo de adaptação, fazendo com que os resultados piorem em vez de melhorar.

Não obstante, é necessário a contratação de novos profissionais (ainda que em menor escala), exigindo investimentos em processos de seleções e treinamentos específicos.

Para evitar ou minimizar todos esses gastos, é interessante analisar a causa do mau desempenho das equipes antes de uma decisão drástica. Muitas vezes, os números negativos estão ligados ao clima organizacional ou a infraestrutura oferecida.

2. Compra e manutenção de materiais e estoque

Toda empresa precisa de móveis e utensílios para a execução da rotina diária, bem como de um estoque de produtos e matérias-primas para manter o retorno sobre o investimento. Nos dois casos, a manutenção é imperativa para trazer durabilidade e melhores resultados.

Desses gastos não há como se desviar. Todavia, existem práticas que ajudam a melhorar essas etapas, diminuindo as chances de falha da empresa. Por exemplo:

  • adquirir equipamentos e utensílios de fabricantes com bom histórico;
  • apurar com precisão a necessidade da empresa, evitando estoque em excesso ou em escassez;
  • aplicar a manutenção preditiva ou preventiva para não ser pego de surpresa por defeitos nos equipamentos.

3. Energia elétrica

A energia elétrica é mais um fator que toda empresa precisa gerenciar, a fim de reduzir os custos. As melhores alternativas para aliviar o consumo de luz estão relacionadas à conscientização coletiva e a implementação de tecnologias que otimizem o seu uso.

Por isso, invista em campanhas internas para que todos entendam a importância de evitar o desperdício de energia. Você deve mostrar o quanto o uso exagerado afeta os ganhos mensais e como a economia pode trazer benefícios para todos.

Além disso, a instalação de soluções inteligentes, como sensores de presença, ajuda na otimização do serviço. Com essa e outras ferramentas, nenhuma energia é consumida sem necessidade, impactando diretamente na conta final.

Enfim, existem vários gastos de empresa dos quais o empreendedor não pode fugir, sendo necessário um trabalho de adaptação para minimizar os impactos financeiros. E, como explicado, a implementação de tecnologias é crucial para economizar e manter um contínuo crescimento na eficiência do negócio. Então, analise as informações apresentadas e passe a gerenciar melhor os custos da sua organização.

Achou o artigo interessante? Que tal agora conferir as nossas dicas de como realizar uma gestão de custos eficiente na sua empresa?

Comentários

comentários

Juliano da Monitora
Produtor de Conteúdo na Monitora