ERP na transformação digital

Entenda o significativo papel do ERP na transformação digital

A tecnologia alterou completamente o panorama corporativo. As empresas modernas precisam se manter atentas às novas conjunturas e buscar ferramentas capazes de maximizar a competitividade dos negócios. Nesse contexto, a discussão sobre o ERP na transformação digital é atual e absolutamente necessária.

Os sistemas de gestão, entendidos como os recursos ideais na missão de automatizar rotinas e alavancar desempenhos, são indispensáveis à administração contemporânea. É essencial que seu valor seja conhecido, reconhecido e aplicado no dia a dia da organização.

Neste post vamos esclarecer o que são ERP e transformação digital, como eles podem ser utilizados em conjunto e os principais benefícios de um software capaz de auxiliar os gestores a lidar com um mercado cada vez mais complexo e volátil. Boa leitura!

O que é transformação digital e como ela afeta o ambiente corporativo?

Com o avanço da tecnologia, que permeia praticamente todas as esferas sociais e corporativas, a velocidade do mercado ganhou níveis inéditos. A transformação digital é um conceito atual que tem o objetivo de abarcar a quebra de paradigmas corporativos, sendo um processo em que as empresas se valem da tecnologia para melhorar a performance de suas operações a fim de aumentar o alcance e a qualidade dos negócios.

Em um ambiente altamente volátil e competitivo é imprescindível que as companhias que queiram se solidificar no mercado disponham de recursos capazes de conferir mais segurança às decisões — que, em função desse novo panorama mercadológico, precisam ser tomadas com uma velocidade sem precedentes.

Aos gestores cabe expandir a visão para compreender a profundidade do conceito e a urgência de sua aplicação. Afinal, somente ao assimilar a extensão das oportunidades — e também a seriedade dos riscos, caso a mudança seja negligenciada — é possível tirar o máximo proveito dos recursos e das perspectivas de crescimento.

Qual é o papel do ERP no novo contexto empresarial?

O ERP (Enterprise Resource Planning), enquanto tecnologia de gestão, é a chave para uma operação mais enxuta, transparente e produtiva. Ou seja: tudo o que a transformação digital exige e recompensa.

Na atualidade é impensável que as empresas prosperem num cenário em que impera a falta de controle operacional e a falta de suporte às decisões estratégicas. A ausência de informações confiáveis, sobre as quais é possível alicerçar análises e projeções, é um risco sério à saúde da organização — e o ERP desponta como a ferramenta ideal para corrigir esse desvio.

Com a capacidade de organizar dados, de integrar as mais diversas áreas de negócio e de munir as lideranças com relatórios transparentes (gerados em tempo real), o ERP coloca a tecnologia de gestão no centro da operação. Esse deslocamento, por sua vez, proporciona resultados a curto, médio e longo prazos: há mais controle nos processos e mais disponibilidade de informações para que os gestores deliberem de forma crítica e segura.

Quais são os benefícios do ERP na transformação digital?

Diante das informações citadas fica fácil perceber que os dois conceitos não só convergem como se complementam. Afinal, os recursos precisam aderir ao novo contexto e contribuir para a obtenção de vantagens competitivas.

Nesse cenário o ERP pode ser visto como um dos catalizadores da transformação digital. Suas funcionalidades proporcionam uma série de benefícios que contribuem para fortalecer os processos internos — automatizando-os e reduzindo o retrabalho, por exemplo — e para maximizar o desempenho das equipes, permitindo que se concentram no que é realmente essencial à estratégia e aos resultados da companhia.

Dentre os benefícios da implantação de um sistema robusto, integrado e atualizado, despontam atributos capazes de alavancar todo o workflow empresarial. Conheça alguns dos principais e veja como as implicações positivas do software podem conduzir o negócio à transformação digital.

Centralização e integração

O ERP é o recurso mais adequado para promover a centralização de dados. Ao integrar todos os departamentos corporativos, garantindo que as informações circulem de forma sinérgica e orgânica, o sistema reforça a qualidade de relatórios e balanços.

Ao prover dados coesos em tempo real o ERP possibilita que o gestor analise históricos (identificando sazonalidades, por exemplo) e projete resultados, assegurando decisões cada vez mais assertivas e eficazes às metas da empresa. É exatamente isso o que a transformação digital exige!

Mobilidade

As soluções em nuvem proporcionaram uma grande guinada no acesso remoto às informações estratégicas. Agora, via dispositivos móveis, é possível operar o ERP de qualquer lugar e a qualquer hora.

A inovação vai ao encontro das necessidades corporativas. No mercado moderno, no qual a transformação digital já é uma realidade, é impensável que haja limitações tão estritas para manejar as informações do negócio, pois restringem o poder de ação das lideranças.

Ferramentas de BI (Business Intelligence)

De nada adianta, porém, ser capaz de deliberar com mobilidade se a base para as decisões estratégicas for frágil e equivocada. Para que possam conduzir a empresa por caminhos mais produtivos e sustentáveis, os gestores precisam dispor de dados confiáveis — e, sempre que possível, de insights com visão de futuro.

Nesse contexto as ferramentas de BI figuram como um aparato fundamental à administração enxuta e visionária. Por meio da coleta, do armazenamento, da análise e do compartilhamento dos dados é possível enxergar oportunidades e construir diferenciais.

Machine learning e inteligência artificial

As inovações não cessam de acontecer e a transformação digital traduz todas as potencialidades que podem (e devem) ser aproveitadas pelas empresas que desejam manter-se competitivas.

Para isso, tanto o aprendizado de máquina (que pode contribuir para aperfeiçoar processos automatizados) quanto a inteligência artificial (que confere às máquinas o poder de maximizar rotinas) são estratégias relevantes para que as organizações atinjam os resultados que almejam.

A transformação digital precisa ser encarada como uma urgência. Suas possibilidades são amplas e podem gerar retornos expressivos e duradouros às organizações. Além disso, é importante lembrar de que o ERP é o recurso ideal para alcançar os objetivos corporativos.

Gostou deste artigo que explica o papel do ERP na transformação digital: Então conheça mais sobre nossa missão, nosso produtos e nossos diferenciais que vão ajudar a potencializar a performance da sua empresa. Sucesso e até a próxima!

Comentários

comentários

Juliano da Monitora
Produtor de Conteúdo na Monitora